Treino de Tríceps – Como fazer? Dicas

Treino de tríceps – Outra parte essencial de ser treinada e desenvolvida, seja por homens ou mulheres, é o tríceps, conhecida também como músculo tríceps braquial. É um treino ideal para firmar o braço ou para expandir o músculo, tornando-o saliente e desenvolvido. Os movimentos são bem simples e fazem a diferença em pouco tempo. Veja algumas dicas!

Fisiologia do tríceps

O tríceps braquial possui este nome, pois ele tem “três cabeças”, ou seja, a cabeça longa, que tem origem na escapula – chamada de tubérculo infraglenoidal; a cabeça medial, que se localiza próxima ao corpo, no posterior do úmero; e a cabeça lateral, que é a parte mais distante do corpo, localizada na parte do posterior do úmero e acima do sulco do nervo radial. O tríceps se localiza em uma região chamada olécrano, na ulna, ou seja, um osso do seu antebraço.

Treino para tríceps

Diferentes treinos de musculação e de diversos outros esportes acabam afetando a região, pois este músculo é essencial em diversos movimentos, o que é muito positivo. O treino de peito e o de ombro, por exemplo, acaba utilizando e desenvolvendo este músculo. Você pode investir também em esportes como vôlei, natação, basquete e lançamento de peso para atingir a extensão do cotovelo e, consequentemente, o tríceps.

Vejamos alguns exercícios próprios da musculação para você desenvolver o tríceps:

  • Tríceps paralela – É parecido com a flexão na paralela. Tenha mais foco no tríceps, sem forçar o peitoral. O segredo é realizar movimentos atrás da linha do tronco, com os cotovelos sempre fechados para evitar as lesões. Não é um exercício fácil e é desaconselhável para quem não tem muita experiência com exercícios no banco.
  • Tríceps testa – Pode causar dor, pois o tríceps está localizado na saliência da ulna e com a flexão de 90º, pode afetar o tendão do tríceps. Então, faça este exercício com as palmas das mãos viradas para o corpo quando usar o peso livre (dumbell), a barra H ou corda (no crossover) – converse com seu treinador sobre outras opções.
  • Tríceps coice – Faça um ângulo de 90º com cotovelo e realize a extensão completa do braço para trás. Em seguida, segure o retorno do braço para que o retorno à posição de 90º seja devagar.

Ficam ainda algumas dicas:

  • A sequência de exercícios pode ser moderada, pois outros treinos utilizam este músculo. Faça com calma para não prejudicar as outras musculaturas.
  • Nunca sobrecarregue demais os cotovelos. Você verá que com o tempo é a parte que mais dói neste tipo de exercício.
  • A frequência deve ser pequena, com 3 a 4 exercícios, pois o músculo é pequeno e não requer um esforço muito grande, já que pode lesioná-lo.
  • O cotovelo deve permanecer sempre fechado em todos exercícios de tríceps.

Dicas extras

Com o tempo, você pode criar variações neste mesmo programa, ajustando as repetições, peso ou formato. Você pôde conhecer alguns treinos para tríceps, mas deve consultar um educador físico para avaliar as suas condições e criar um programa para o seu biótipo.

Lembre-se de que um bom treinamento também se faz com excelentes hábitos de saúde, como hidratação adequada, alimentação e suplementação assertivas, horas de descanso e intervalos, adaptação conforme as suas próprias necessidades, etc. Musculação implica em um treinamento sistêmico para dar bons resultados.

Nunca crie seus treinos por conta própria. Jamais execute os treinamentos em tríceps lesionado ou com outra limitação em outra parte do corpo. O treino acima não se adequa a todas as pessoas, mas podem apresentar ótimos resultados em pouco tempo. Faça o teste!

Você já conhecia estes exercícios? Conhece outras sequências que apresentaram ótimos resultados para o seu caso? Deixe-nos um comentário logo abaixo e contribua com o desenvolvimento deste blog!

Tenho Certeza Que Você Irá Gostar:

Leave a Comment